sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

A HISTÓRIA DO "GUERNICA"


GUERNICA: denúncia a uma tragédia

Um dos quadros mais conhecidos e comentados da história é, sem dúvida, o Guernica, do genial Pablo Picasso.
Guernica é uma antiga cidadezinha da região basca da Espanha, país de origem de Picasso.
Em 1937, a Espanha vivia os efeitos da Guerra Civil, resultado do conflito travado entre duas facções políticas: de um lado, os republicanos; de outro, as forças extremistas da direita lideradas pelo general Franco, apoiado pelo Nazismo alemão e pelo Fascismo italiano.
Em abril de 1937, com a finalidade única de mostrar força, Franco ordenou que aviões alemães bombardeassem a indefesa Guernica. Da população de 7 mil pessoas, 1654 foram mortos e 889 feridos.
Picasso, indignado com o fato, pintou o quadro Guernica em poucas semanas denunciando e procurando despertar a opinião pública para a tragédia.
Por ordem do pintor, a obra permaneceu em Paris, até o fim da Ditadura franquista, em 1975. Atualmente o quadro se encontra em Madri.

2 comentários:

LUCIMAR SIMON disse...

A arte pela arte, a historia pela historia, espera, se a arte imita a vida a historia consolida, entao arte e historia estao de maos dadas? hummm? entao fazemos assim: eu digo que sim, e deixo sem explicar o porque tudo bem?

Bravo meu amigo Adriano, que bom ve-lo assim tao disposto, ate dia 03.
abraço

lukcasfera disse...

é uma obra linda que retrata o lado negro e feio de nossos erros pela guerra