sábado, 21 de abril de 2012

UMA REVOLUÇÃO NO NEOLÍTICO

O ALVORECER DA MENTE

Se alguém me perguntasse qual foi a maior revolução da história, eu não pensaria duas vezes em responder. Poucas pessoas conhecem essa tal de Pré-História, Paleolítico,  Neolítico, Idade dos Metais. Nada disso importa. Mais importante do que o recipiente é o que está dentro dele e na Pré-História transformações fantásticas aconteceram.

No Paleolítico os homens não sabiam sequer plantar ou domesticar animais, viviam capengando de um  lado para o outro colhendo frutos e caçando animais. No Neolítico, eles aprenderam a prática da agricultura e a cuidar de alguns animais que até então eram selvagens.


A possibilidade de produzir seu próprio alimento trouxe mudanças profundas da vida em sociedade. Surgiu o sedentarismo, as aldeias e, depois, as cidades, as sociedades. Todas essas mudanças tiveram em sua base, o excedente de produção agrícola, que possibilitou uma divisão do trabalho com o surgimento de novas atividades, entre elas o comércio, a carpintaria, a tecelagem, artesanato... E o homem que não sabia nem plantar, já vivia em cidades e em um nível de organização muito mais complexo.


Alguns chamam esse processo de Revolução Neolítica, mas deixo registrado o conceito do Professor Eduardo Garcia: "O alvorecer da mente".


Nenhum comentário: