segunda-feira, 13 de maio de 2013

O MESSIANISMO NO BRASIL

Na tradição religiosa cristã, a palavra Messias significa "salvador", aquele que foi consagrado por Deus para trazer uma vida melhor aos seguidores. Para os cristãos, esse Messias é Jesus Cristo, considerado o filho de Deus e que nasceu na Palestina há mais de dois mil anos.

No século XIX, a crença de que um messias retornaria à Terra e traria o bem-estar aos necessitados encontrou um grande número de adeptos no interior do Brasil, onde vivia uma população extremamente pobre. Isso permitiu o surgimento de um movimento messiânico na Bahia articulado em torno de um beato conhecido como Antônio Conselheiro.

A situação de pobreza e injustiça social também possibilitou um outro movimento messiânico, dessa vez na Região Sul do país. o monge José Maria, no início de 1912 reuniu ao seu redor doentes e familiares, antigos federalistas e marginalizados.

Canudos e Contestado  não foram, no entanto, os únicos movimentos sociais de cunho religioso ocorridos no Brasil. No século XIX, aconteceram outros movimentos messiânicos, como a Revolta da Serra do Rodeador (1817-1820) e a Revolta do Reino da Pedra Bonita (1838), ambas em Pernambuco, e a Revolta dos Mucker (1868-1878), no Rio Grande do Sul.

Um comentário:

Anônimo disse...

Gostei...me ajudou muitooooo....