segunda-feira, 25 de novembro de 2013

TEATRO: HINO NACIONAL



P1 e P2- Entram em cena cantando o Hino. (canta apenas a primeira estrofe)

P3- (Entra em cena toda esplendorosa)

P1 e P2- Quem é você?

P3- Eu sou essa pátria amada que é idolatrada, adoro quando vocês falam que eu sou um sonho intenso e um raio vívido. Que hino maravilhoso.  Quem escreveu? Quem escreveu? Quem escreveu?

P4- Quem escreveu foi Joaquim Osório Duque Estrada e a música foi de Francisco Manoel da Silva. Uma homenagem a você.

P3- Que declaração de amor fantástica.  Este hino me exalta, me glorifica, me fortalece.  Vocês me chamam de mãe, fico até emocionada !!!!

P5- Entra no cenário correndo

P3- Quem é você?

P5- Eu represento seus risonhos e lindos campos que têm mais flores e seus bosques que tem mais vida.

P6- Entra correndo no cenário

P3- Quem é você?

P 6- Eu represento seu povo heroico o brado retumbante, seu filho que não foge à luta, nem teme e te adora a própria morte.

P1 e P2- (Apontando para a bandeira) e diga o verde louro dessa flâmula- Paz no futuro e glória no passado.

P3- (Batendo palmas) a que lindo! Espera aí, mas paz no futuro e glória no passado... E o presente? Será que eu tenho sido uma boa mãe? (espanto) Nossa! (apontando para uma parte da plateia) estou vendo gente passando fome ali. (vira-se para o outro lado) Nossa! Estou vendo gente na fila do SUS ali! (apontando para toda a plateia) Nossa estou vendo muitas desigualdades aqui. (entristece-se)

P6- Não fique triste não. Apesar de tudo você é nossa mãe.
(Todos cantando) Terra adorada. Entre outras mil, és tu Brasil, ó pátria amada. Dos filhos deste solo é mãe gentil. Pátria amada Brasil. (Abraçam P3 e saem do cenário)



Nenhum comentário: