segunda-feira, 14 de julho de 2014

A LEI DA OFERTA E DA PROCURA



É uma relação entre a oferta de produtos e o seu mercado consumidor de tal forma que a variação de um desses dois elementos pode influenciar seu preço final. Trata-se de uma lei muito influente na sociedade e uma das principais causas de uma das maiores tragédias da economia mundial. A crise de 1929. A sociedade americana vivia um momento de euforia na década de 20. No entanto, a renda era concentrada nas mãos de poucos, a atividade agrícola não ia muito bem e a sociedade tinha um baixo poder aquisitivo. Quando as exportações daquele país diminuíram por causa da recuperação econômica da Europa, a sociedade norte-americana não teve condições de absorver toda a produção que deixou de ser exportada. Configurou-se assim uma crise de superprodução. Queda brusca de preços, desemprego galopante, falências de empresas, títulos de ações que não valiam nada. Em crise, o governo dos Estados Unidos, diminuíram investimentos e o volume de suas importações e a crise chegou aos países que dependiam de tal recursos. E assim, a crise de 1929 se tornou mundial.

A longo da República Velha (1889-1930) a  economia brasileira também passou por constantes crises de superprodução. Como o Brasil era o maior produtor mundial de café, a quantidade de café aqui produzido era capaz de modificar o preço desse produto no mercado internacional. Em períodos de supersafra, a quantidade de café no mercado internacional aumentava e assim o seu preço caía vertiginosamente, como a nossa economia não era diversificada, era dependente do café, ela entrava em crise.

Dessa forma, pela Lei da Oferta e da Procura, quanto maior for a oferta de um produto menor seu preço tende a ficar, a menos que a procura diminua na mesma proporção.

Nenhum comentário: