segunda-feira, 7 de julho de 2014

GERALDO VIRAMUNDO


O Geraldo Viramundo que virou o mundo de Minas Gerais, na fantástica história escrita por Fernando Sabino, ao andar tanto e agir também, nos dar a oportunidade de entendermos um pouco da realidade social econômica do Brasil na virada do século XIX para o XX.  Geraldo se impressionou com o gigante de ferro que andava sobre os trilhos e que não parava na localidade onde morava. Geraldo pobre que ao rodar o mundo convive com pessoas da mesma condição social que ele, marginalizadas e penalizadas pela concentração de renda. Geraldo que se apaixona e então descobre o abismo que se abre entre ele e a moça rica e filha do governador. Geraldo que viveu em uma sociedade hipócrita, (Peidolina era criticada mas divertia os mesmos homens que foram em multirão até sua casa para repreendê-la quando o falecido seu esposo pareceu se incomodar com seu comportamento). Geraldo, por muitas vezes mal compreendido, tido como louco, mas que ainda assim virou o mundo em busca talvez da felicidade que ele nunca tivera. Geraldo que apesar das loucuras tinha espírito de liderança e consciência política.


Trata-se, certamente, de um dos mais surpreendentes personagens da nossa literatura. Leitura obrigatória de todos aqueles que apreciam tal arte.

Nenhum comentário: