quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Ditadura Militar: a lenta abertura política

O SUCESSO DA LIBERALIZAÇÃO POLÍTICA
Um dos períodos mais comentados da nossa história é a Ditadura Militar, instaurada em 1964 depois da derrubada do então presidente João Goulart. apesar da Constituição Democrática ter sido promulgada em 1988, o regime teve fim em 1985 quando assumiu o poder José Sarney.
Até a restauração da Democracia nós temos um processo de transição que se iniciou desde o governo de Ernesto Geisel (1974-1979) e continuou no de João Figueiredo (1979-1985). Trata-se então de um processo lento e gradual.
Para além das críticas quanto ao desrespeito aos direitos humanos, gostaria de destacar que os militares no Brasil foram bem-sucedidos quando comparados com aqueles que atuaram em outros regimes similares na américa Latina, principalmente no que se refere à economia e a consolidação de uma elite conservadora no país. Vale também destacar que a ditadura Militar no Brasil foi o menos repressivo entre os seus congêneres.
Essas peculiaridades certamente contribuíram para que os militares controlassem totalmente o processo de transição e nisso eles também foram bem-sucedidos, pois apesar de sofrer pressões dos setores sociais que queriam uma abertura rápida e efetiva, eles conseguiram levar o processo até o fim. tiveram tanta eficácia na redemocratização do país que eles garantiram a sobrevivência política de sua elite civil, continuaram sendo atores politicos importantes no país e, além disso, os antigos dirigentes autoritários obtiveram a garantia de que não haveria revanche depois da restauração da Democracia.